UmuaramaDia de sol, com muitas nuvens à tarde. À noite a nebulosidade diminui.19º33º
|

Brasil

Para aquecer economia, Governo estuda liberar saque de contas ativas do FGTS

Reportagem do Estadão diz que a expectativa é de que sejam injetados R$ 42 bilhões na economia

Foto: Arquivo/OBemdito

REDAÇÃO O Bemdito 17 de julho de 2019 17h00

Nesta quarta-feira (17) o Estadão publicou reportagem afirmando que está nos planos do Governo Federal a liberação do saque de até 35% das contas ativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). A expectativa com essa ação é de que sejam injetados R$ 42 bilhões na economia do país.

Existe a projeção de que o Produto Interno Bruto (PIB) cresça apenas 0,81% e por isso o plano é aquecer a economia via consumo, liberando o dinheiro. Na terça-feira (16) houve uma reunião entre o staff do Ministério da Economia onde surgiu o seguinte plano: quem tem até R$ 5 mil no fundo, poderia pegar 35% do saldo; trabalhadores com até R$ 10 mil no FGTS teriam autorização para sacar 30%.

Ainda se discutia qual parcela terá direito quem tem entre R$ 10 mil e R$ 50 mil no FGTS, mas o porcentual não foi definido. Acima de R$ 50 mil, o trabalhador só poderia sacar 10% do saldo total.

O calendário de liberação deve ser feito a exemplo das contas inativas, seguindo as datas de aniversário. O anúncio pode ser feito nesta quinta-feira (18), para ‘comemorar’ os 200 dias do governo do presidente Bolsonaro (PSL).

 

Comente

Leia também

PET
Baruck
Fabio Rebuci
PLAY GAMES
LAB
TUCCA

Mais lidas

    GLOBAL_MOBILE