UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.18º31º
|

Colunista

O sofrimento não é inimigo! Descubra a resiliência que existe dentro de você!

A resiliência significa também a força para conter, dentro de limites razoáveis, a extensão da ruptura pessoal e reunir novamente os nossos pedaços e nossas vidas depois

ANDRÉA SEFRIAN (*) O Bemdito 14 de agosto de 2019 10h04

Stress, problemas, dificuldades não são nossos inimigos. A verdade é que, nas diversas situações estressantes que temos que enfrentar no dia a dia, é liberado um conjunto de forças psicológicas e biológicas que permitem a todos superarem com sucesso as mudanças ocorridas e se sentirem mais capazes e preparados para enfrentar quaisquer desafios futuros. Isso se chama resiliência!

Quem nunca se afundou diante de um momento de forte angustia e mudança, não é mesmo? Mas o que na superfície pode parecer uma incapacidade de lidar com o stress, é na verdade a prova da existência da resiliência. O estado temporário de confusão e de sofrimento mental representa uma oportunidade preciosa de curar velhas feridas, descobrir novas formas de lidar com a vida, se reorganizar de maneira eficaz.

A resiliência significa também a força para conter, dentro de limites razoáveis, a extensão da ruptura pessoal e reunir novamente os nossos pedaços e nossas vidas depois. Quando não buscamos por isso, corremos o risco de adoecer nossa inteligência emocional profundamente.

Se pararmos para pensar como pessoas sujeitas a grandes catástrofes e terríveis sofrimentos sobrevivem, começamos a notar como vários tipos de homens e mulheres usam suas habilidades para lidar com pontos críticos e potencialmente perigosos em suas vidas.

É fato que em momentos de crise, cada episódio é necessariamente estressante de acordo com a forma que cada um lida com isso.  Durante esse período é natural que aconteça um conflito entre uma força poderosa que opera para manter as coisas exatamente como têm sido e outra que nos manda seguir adiante e assumir novas condições, e aí a escolha vai ser sua entre ficar remoendo aquele sofrimento porque as coisas não saíram conforme o planejado, ou usar da resiliência para ser flexível e se adaptar a uma possível mudança.

A resistência à mudança é um fenômeno universal, e quando confrontada, reforça o medo, que no final acaba intensificando o conflito. Porém é possível, bloquear em nossa consciência as coisas que nos ameaçam, reagindo na busca dessa força atualizante, que funciona no sentido de preservar e restaurar nosso equilíbrio quando este sofre algum tipo de distúrbio.

A resiliência é uma força que a maioria de nós desenvolve com o pensamento e a ação. É preciso aprender alguma coisa com o que acabamos de sofrer. Devemos emergir desse sofrimento, mais fortes e mais preparados para lidar com os desafios da vida por conta de cada experiência. Por isso momentos de crise e sofrimento não devem ser vistos como inimigos. Se você souber usar sua mente ao seu favor, o stress pode te impulsionar ao crescimento e motivá-lo a experimentar novas possibilidades que você nem imaginava que era capaz.

Quando alguma dificuldade aparecer, ao invés de ficar se perguntando “Por que isto está acontecendo comigo?”, pergunte “O que isto está querendo me ensinar?

________________________________________________________________________________________________

(*) Andréa Sefrian (CRP08/12599) é Psicóloga Especializada em Gestão Estratégica de Pessoas pela PUC-PR, atua há 10 anos como psicóloga clínica ( CLINIMED ), além de ser palestrante e prestar consultorias e treinamentos em instituições e empresas,  conciliando com o trabalho de Psicóloga do CRAS do Município de Xambrê, concursada há mais de 6 anos. Apaixonada pelo ser humano, acredita que sua missão de vida é trabalhar ouvindo histórias e construindo possibilidades de esperanças. 

Comente

Leia também

Baruck
LAB
DRA_ALINE_E_THAIS
TUCCA
CURSO
ANHAGUERA

Mais lidas

AUDITHORIUM
OFERTA VIVIAN 2
OFERTA VIVIAN 1