UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.12º23º
|

Polícia

Após espancamento na cadeia, padrasto do bebê morto em Campo Mourão deve ser transferido para Peco

Mãe da criança acusa o homem de ter sentado em cima da cabeça do bebê

Foto: Noti-cia

REDAÇÃO O Bemdito 19 de junho de 2019 08h17

A mãe e o padrasto da criança encontrada morta em Campo Mourão foram presos acusados do homicídio do bebê de apenas 4 meses. O homem deve ser transferido para a Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (Peco), depois de ser espancado pelos outros presos em Campo Mourão.

Imagens das agressões foram gravadas por um celular que estava com os outros presos. O aparelho foi apreendido e a Polícia Civil (PC) irá investigar o espancamento e a origem do telefone.

Após as agressões o padrasto do bebê vai fazer exames junto ao Instituto Médico-Legal (IML) e, segundo a comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) deve ser transferido para a Peco.

O bebê foi encontrado morto na casa do casal na manhã de segunda-feira, depois que a mãe acionou o Samu porque a criança estava desacordada.

Relembre o caso completo aqui.

 

Comente

Leia também

CABINE
PLATA
ponto mais
ICE_BANANA

Mais lidas

CELIO MOBILE
TAKEJIMA
PLANALTO