UmuaramaSol com muitas nuvens. Períodos de céu nublado com chuva. À noite o tempo fica firme.19º27º
|

Polícia

Assassino de Gisele Prado é condenado a 38 anos de prisão em regime fechado

Julgamento ocorreu a portas fechadas e apenas familiares da vítima acompanharam

Foto: Arquivo OBemdito

REDAÇÃO O Bemdito 13 de junho de 2019 18h08

Por volta das 18h desta quinta-feira (13) o tribunal do júri de Cruzeiro do Oeste condenou Paulo César Andrade do Nascimento a 38 anos de prisão em regime fechado pelo assassinato da jovem Gisele Prado, ocorrido em 2017.

O júri começou às 9h e ao longo de todo dia foram ouvidas testemunhas de acusação e defesa. À época do crime Nascimento ofereceu uma carona para a vítima que estava em um ponto de ônibus em Nova Olímpia aguardando condução para retornar à Maria Helena.

Nascimento era cobrador de ônibus e conhecia Gisele. No meio do trajeto ele a estuprou e depois assassinou a jovem. Gisele, que tinha o sonho de ser cantora, foi esfaqueada na garganta e golpeada na cabeça com o macaco do carro.

Durante o júri a defesa do acusado tentou amenizar a pena afirmando que não havia provas de que a vítima havia sido estuprada. A família ficou indignada com a suposição. “Como não houve estupro se o laudo confirmou isso?”, criticou uma familiar.

Nascimento já estava preso na Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (Peco) e saiu do Fórum diretamente para a unidade.

A família considera a condenação um desfecho para história da jovem Gisele.

Relembre o caso aqui.

Comente

Leia também

Baruck
CURSO
CAMPESTRI
LAB
Fabio Rebuci
TUCCA

Mais lidas

OFERTA VIVIAN 1
GAZIN
TOYOTA
OFERTA VIVIAN 2