Globo demitirá Huck caso ele se candidate à presidência

Luciano Huck recebeu um ultimato da cúpula da Globo. Caso queira se candidatar a presidente nas próximas eleições, em 2018, o apresentador terá que deixar a emissora até dezembro. A informação é da coluna "Radar", da revista "Veja".

Há seis meses, o marido de Angélica descartou intenção de substituir Michel Temer, mas recentemente circulou a informação de que Huck já teria escolhido o PPS como seu partido caso saia candidato. Ainda de acordo com a publicação, o apresentador planeja ter Marina Silva como sua vice em uma eventual chapa.

Atualmente à frente do "Vídeo Game" e do "Estrelas", que não estará na grade do ano que vem, a apresentadora estaria fora da emissora carioca em caso de Huck aceitar disputar a Presidência. De acordo com a colunista Keila Jimenez, Angélica não estaria animada com a possibilidade de deixar a TV em prol da política. E que o marido não tem pretensão de ser presidente. Ao mesmo tempo, a apresentadora já desenvolve um novo programa para 2018.

No final de outubro, Huck e Angélica completaram mais um ano de vida a dois. Sempre juntos! Feliz dia... #13anos #bodasdelinho Te amo", escreveu a mãe de Eva, Benício e Joaquim. "Te amo tanto", respondeu o apresentador. "Há exatos 13 anos, dia 30 de outubro de 2004, ganhei o melhor presente que a vida me deu: Angélica. Nossos caminhos se cruzaram, e juntaram para sempre", acrescentou o comandante do "Caldeirão".

(Terra)

Comente

Veja Também