Com voz doce e carreira promissora, jovem tem sonho destruído brutalmente

O violão era um amigo inseparável de Gisele Prado. Nas cordas do instrumento ela embalava o sonho de um dia se tornar uma grande cantora, reconhecida pela multidão. Ouvir sua voz doce sempre foi um alento. A moça introvertida fazia os ouvidos se moverem nas apresentações em barzinhos e pequenas festas. 

Amigo de Gisele desde o colegial, Rick Oliveira conta que a jovem sempre teve o sonho de cantar profissionalmente. Chegou a participar de alguns festivais na região e a cantar com Conrado & Alekssandro na cidade de Douradina. "Sempre que saíamos, pelas praças de Maria Helena, ela ficava tocando violão e cantando. Além de ser ótima cantora, era uma compositora de mão cheia", conta.

"A Gisele estava sempre rabiscando e o celular dela era cheio de áudios, pois quando ela sentia algo e gostaria de transformar em música, gravava a frase ou pensamentos para usar depois", lembra, acrescentando que a amiga era presença indispensável nos churrascos e festas de família. 

Para o jovem, a perda será irreparável. "Vai ficar uma ferida muito grande, pois éramos como irmãos, tínhamos uma ligação muito forte. Em todos meus planos futuros ela estava inclusa. E agora não sei como vai ser mais", lastima Rick.

Foto: Rodrigo Janjobi

Leia também:

Frio, Paulo Cesar diz que matou Gisele para não ser denunciado

Comente

Veja Também