UmuaramaChuvoso durante o dia e à noite.21º27º
|

Umuarama

Equipes do Samu tentam salvar paciente de PCR por 1h20 em Umuarama

Infelizmente o homem de 46 anos entrou em óbito logo ao chegar ao hospital

Foto: Ricardo Trindade/ OBemdito

REDAÇÃO OBEMDITO O Bemdito 7 de outubro de 2019 17h43

Após cerca de 1h20 de trabalho árduo, socorristas do Samu de Umuarama conseguiram reverter uma parada cardiorrespiratória (PCR). Porém, quando o paciente deu entrada no hospital acabou entrando em óbito. Pessoas que estavam no local onde ocorreu o socorro ficaram impressionadas com o empenho e dedicação dos profissionais.

As equipes foram acionadas para se deslocar até um bar na avenida Brasil, região do colégio Bento Mossurunga. No local, um homem estava sentado e começou a passar mal. Amâncio Pereira, proprietário do estabelecimento, comentou que Paulo Barbosa, 46 anos, estava na frente do bar sentado. Em determinado momento, ele começou a ficar com o tom da pele arroxeada.

O comerciante disse que as pessoas que estavam no local conversaram com Barbosa e ele teria dito que não precisava de ajuda. Na sequência ficou debruçado na cadeira, perdeu a consciência e chegou a vomitar duas vezes. O pessoal do bar o deitou e acionou o Samu.

Helena Barbosa, mãe do homem socorrido, disse que ele não tem problema de pressão, porém, estava com tosse nos últimos tempos, mas nada considerado muito grave. A mãe ainda comentou que ele bebe e fuma.

A esposa de Barbosa também esteve no local. Ela falou que o marido passou recentemente por uma cirurgia na coluna e vinha sentindo muita dor.

Procedimento de reversão

Para o procedimento de reversão da parada cardiorrespiratória, foram deslocadas três ambulâncias do Samu – equipes básica e do suporte avançado. Além disso, os socorristas solicitaram apoio da Polícia Militar para controlar o trânsito e tirar curiosos que estavam próximos e poderiam atrapalhar as equipes de socorro. Os policiais também ajudaram a realizar o procedimento para reverter a PCR.

Por volta das 16h45 as equipes conseguiram fazer a vítima voltar parcialmente à consciência e iniciaram o processo de transporte do homem para o hospital – no trajeto é necessário seguir com os ciclos de massagem cardíaca. Ele foi transladado para o instituto Nossa Senhora Aparecida e foi encaminhado diretamente para o centro cirúrgico. No entanto, logo na sequência entrou em óbito.

Avaliação

O médico do Samu, Francisco Jardim, comentou sobre o caso. Ele disse que a equipe foi acionada inicialmente para crise convulsiva e se deparou com PCR, com suspeita de infarto agudo de miocárdio. Durante quase todo o período o paciente esteve inconsciente, mas por um breve espaço de tempo voltou com pulso. Neste momento foi solicitado à Central de Regulação um leito e a indicação foi para o setor de hemodinâmica do Hospital Nossa Senhora. Já no hospital, por volta das 17h, o paciente não resistiu e entrou em óbito.

Francisco Jardim disse que foi um atendimento cansativo (cerca de 1h20), porém, a equipe não parou a nenhum momento. Ele aproveitou para solicitar que os motoristas tenham mais atenção quando as ambulâncias estiverem circulando com sinais sonoros e luminosos. “Não precisa atravessar a rua correndo para causar um novo acidente, mas na medida do possível abrir espaço para a equipe passar”, pede.









 

Comente

Leia também

PLAY GAMES
LAB
educare

Mais lidas

ANHAGUERA
VIVIAN 2
Baruck
VIVIAN 1
TUCCA
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
GLOBAL_MOBILE
Fabio Rebuci