UmuaramaSol com muitas nuvens. Períodos de céu nublado com chuva. À noite o tempo fica firme.19º27º
|

Umuarama

Frio aumenta consumo de cafés e consumidores buscam novidades no setor

Foto: Andressa Zaffalon

REDAÇÃO OBEMDITO O Bemdito 24 de maio de 2019 18h10

Com a chegada do frio, muitas pessoas costumam apreciar bebidas quentes para aquecer o corpo. Dentre as opções, o café ainda é uma das preferidas da população, que serve tanto para aumentar a disposição, quanto para acompanhar alimentos e boas conversas. Conforme a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), entre o outono e inverno, o consumo do café na vida dos brasileiros aumenta em cerca de 30%, fazendo com que o faturamento das redes de cafés cresça em 15%.

Em 24 de maio é comemorado Dia Nacional do Café e OBemdito preparou uma reportagem especial sobre o tema.

De acordo com a mestre em Ciência do Alimento, Iris Lamberti, o consumo do café e do chocolate quente aumentam durante o inverno, devido à necessidade que o corpo humano tem de se aquecer. “No frio o corpo gasta mais energia para manter a temperatura estável e, para compensar essa perda energética, precisamos consumir mais calorias. Por isso a sensação de fome aumenta durante esse período, o que faz com que o consumo de comidas quentes e mais calóricas sejam as preferidas da população”, alega Iris.

Em Umuarama, o apreço pelos cafés com acompanhamento, considerados ‘especiais’ também é observado pelas comerciantes, como afirma a empresária e barista há cinco anos, Maria Antônia Lamberti. Nesses casos, os drinks envolvem camadas de calda, leite e café.

De qualquer forma, os cafés tradicionais continuam em alta durante o frio e para apreciar bem o sabor da bebida, a barista Maria Antônia dá dicas de como preparar e ingerir o líquido. “A preparação de um bom café exige que o pó seja coado duas vezes. Um para molhar o produto e outro para possibilitar que o café seja filtrado de forma mais fluida. Outra dica importante é ingerir uma dose de água com gás antes de tomar o líquido para aguçar o paladar e fazer com que a garganta seja limpa para o gosto do café ser melhor sentido”, afirma a comerciante.

Maria Antônia trabalha na Cafeteria e Sorveteria Le Petit Chéri. A expectativa da comerciante é a de que as vendas aumentem no estabelecimento durante o outono e inverno. No local são oferecidos três tipos principais de café. O mais consumido no estabelecimento é o expresso, preparado por uma máquina.

Além desse, há também o café coado na hora; o café que é filtrado pelos próprios clientes, na hora do consumo, que é acompanhado por bolachinhas artesanais; e um café coado no hario, uma técnica japonesa que possibilita que a bebida seja consumida de forma mais diluída. Para quem aprecia o uso de bebidas alcoólicas, há ainda a opção de consumir a bebida juntamente com um whisky, que também é fornecido no estabelecimento.

Os preços das bebidas variam no estabelecimento. O café expresso custa R$ 4,60 e o café coado na hora é R$ 3,30. Já o valor do café filtrado no hario é R$ 8,30. As bebidas especiais, que incluem café estão na faixa de R$ 10 a R$ 20, a depender do acompanhamento que vem na bebida, como caldas, trufas, chocolates etc.

A Le Pétit Cheri está localizada na avenida Maringá nº 5429. O estabelecimento funciona das 10 às 22h.



Comente

Leia também

Baruck
CURSO
LAB
CAMPESTRI
Fabio Rebuci
TUCCA

Mais lidas

TOYOTA
GAZIN
OFERTA VIVIAN 1
OFERTA VIVIAN 2
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla