UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.19º31º
|

Umuarama

Moradora de Umuarama está à procura da mãe biológica que nunca conheceu

Jackeline Barion foi adotada por um casal um dia após seu nascimento, desde então, não teve notícias da mãe

Foto: Reprodução/Redes sociais

REDAÇÃO O Bemdito 14 de janeiro de 2020 16h58

A moradora de Umuarama Jackeline Barion busca encontrar a mãe biológica, que nunca chegou a conhecer. A moça tem 23 anos, mora no Parque San Remo e possui dois filhos. A menina foi adotada um dia depois de seu nascimento, que ocorreu no Hospital São Paulo, hoje conhecido como Norospar.

De acordo com Jackeline, seus pais adotivos disseram que a mãe biológica não queria ficar com a menina na época, assim como já tinha doado dois filhos mais velhos. “Eu não sei muitas coisas da minha mãe, só que ela tem os olhos verdes iguais aos meus, e um tem uma cicatriz. Ela trabalhava em um bar de Umuarama, mas a família era de Cruzeiro do Oeste”, diz Jackeline. Atualmente, a mãe deve ter aproximadamente 45 anos.

Jackeline também tem o conhecimento de que a mãe era chamada por alguns de Ana Paula, mas existe uma segundo nome que foi descoberto por Jackeline: Sirlene Aparecida Borges. Ela já tentou conversar com uma mulher que trabalhava no bar, mas não conseguiu informações sobre a familiar.

A umuaramense nasceu no dia 18 de agosto de 1996. Os seus pais adotivos são Antonio Barion e Aparecida Barion. “Fiquei sabendo que fui adotada quando tinha 5 anos. Mas eu tinha medo de prejudicar meus pais adotivos. Nos últimos anos decidi ir atrás de saber quem é minha mãe. Mesmo se ela me desprezar eu queria saber de onde eu saí. Quero encontrar essa paz”, ressalta Jackeline.

As pessoas que tiverem alguma informação sobre a mãe biológica de Jackeline podem entrar em contato com ela pelo telefone (44) 99922-7649.

Comente

Leia também

LAB
UTILAR
BRANDS

Mais lidas

ANHAGUERA
TUCCA
Fabio Rebuci
GLOBAL_MOBILE