UmuaramaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.15º29º
|

Umuarama

Postos de saúde recebem livro que destaca benefícios das plantas medicinais

Algumas unidades de saúde já possuem hortas comunitárias, com plantas medicinais
Algumas unidades de saúde já possuem hortas comunitárias, com plantas medicinais
Foto: Tiago Boeing/PMU

O Bemdito 12 de julho de 2018 19h00

A Academia da Saúde da UBS do Parque Cidade Alta recebeu, nesta quinta-feira (12), o lançamento de um livro sobre a utilização correta das plantas medicinais, que esclarece dúvidas e subsidia as unidades com orientações para a implantação de hortas comunitárias.

Sob a coordenação da professora Ezilda Jacomassi, a publicação tem participação de alunos de graduação e pós-graduação, além da secretária municipal de Saúde, Cecília Cividini – que é formada em enfermagem e obstetrícia, com mestrado em plantas medicinais e fitoterápicos na atenção básica em saúde.

Com mais de 20 anos pesquisando e trabalhando com plantas medicinais, a professora Ezilda disse que os estudos resultaram no livro, intitulado ‘Horto Medicinal do Campus 2 da Unipar’, que será distribuído a todas as unidades básicas de saúde do município para ser consultado sobre plantas medicinais – conceitos básicos, nomenclatura, riscos e vantagens no uso, cultivo e processamento das plantas, estruturação da horta e formas mais simples de preparo.

O encontro foi aberto pela coordenadora da Academia da Saúde, professora Ruth Andrade, e reuniu grande número de moradores do bairro. “O livro traz ainda medidas para o preparo de remédios caseiros, cuidados com a dosagem e uma série de informações sobre as espécies medicinais utilizadas na implantação das hortas, além de receitas caseiras deliciosas – doces e salgadas – que podem ser preparadas com o uso de planta medicinal”, acrescenta a professora.

Hortas comunitárias

A secretária Cecília Cividini destaca que algumas unidades de saúde já contam com hortas comunitárias. “Esse projeto tem tudo para chegar a todas as unidades, pois quando bem utilizadas as plantas produzem ótimos efeitos na saúde, auxiliando em diversos tipos de tratamentos. É um conhecimento que pode ser levado para casa e incorporado ao dia a dia da população, com potencial para melhorar em muito a qualidade de vida”, afirmou.

A professora Ezilda agradeceu o apoio dos alunos de vários cursos, envolvidos no projeto – como Agronomia, Nutrição e Farmácia-Bioquímica – que contribuíram para a produção do livro e implantação das hortas. “O livro já foi lançado para a comunidade acadêmica e agora é a vez de chegar até a comunidade, através das UBS, para ser uma ferramenta no uso correto das plantas. Para conhecer as vantagens dessa prática e esclarecer eventuais dúvidas, a população deve procurar a unidade de saúde mais próxima”, completou.

Alguns exemplares do livro foram sorteados para os participantes da palestra. A UBS do Cidade Alta teve a horta medicinal revitalizada nos últimos dias e em breve terá uma série de plantas à disposição da comunidade local.

Leia também

Comente

Serão moderados e passíveis de não publicação e/ou exclusão os comentários de cunho eleitoral, que contenham termos que possam caracterizar propaganda eleitoral, tais como a divulgação de nomes e números de candidatos, siglas e nomes de partidos políticos, slogans de campanhas partidárias, bem como palavras chave, tais como eleições, segundo turno ou outras nomenclaturas dessa espécie. Essa restrição permanecerá até o final do período eleitoral.

NEIDE KUMAGAI - Hipnose
ORAL SIN - Aniversário
HOYER - 20% Desconto
RINOPLASTIA - Dr. Ricardo

Mais lidas

OFERTA_VIVIAN 1
katar
OFERTA_VIVIAN 2
churrascaria
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla