UmuaramaSol com muitas nuvens durante o dia. Períodos de nublado, com chuva a qualquer hora.20º31º
|

Umuarama

Postos de saúde recebem ‘papa-pilha’ para estimular o descarte consciente

Foto: Tiago Boeing

REDAÇÃO O Bemdito 13 de fevereiro de 2019 17h37

A Diretoria do Meio Ambiente da Prefeitura de Umuarama está deixando postos fixos de coleta de pilhas e baterias nas unidades básicas de saúde. A ideia, de acordo com o diretor Matheus Michelan Batista, é desenvolver na população o hábito de dar a destinação correta às pilhas, que representam um sério risco de contaminação ao meio ambiente – caso sejam descartadas no lixo comum.

O diretor explica que o descarte incorreto de pilhas e baterias usadas pode ter como consequência a contaminação do solo e do lençol freático. “Esses dispositivos são muito eficientes durante sua vida útil, mas depois que não funcionam mais se tornam um problema sério.

São compostos de metais pesados, como o chumbo, mercúrio, níquel e cádmio, e além da contaminação do ambiente podem causar doenças renais, alguns tipos de câncer e problemas ao sistema nervoso central, apontam estudos”, afirmou Matheus Batista. 

Ambientes domésticos costumam concentrar uma quantidade considerável de pilhas baterias, usadas em brinquedos, aparelhos domésticos, eletrônicos e celulares. “Por isso, precisamos estimular as famílias a tomarem cuidado em relação ao descarte. É com essa finalidade que disponibilizamos o ‘papa-pilha’ nas unidades de saúde. A população precisa criar o hábito de descartar as pilhas da forma correta”, acrescentou o diretor de Meio Ambiente.

Com o apoio do sistema de cooperativas de crédito Sicoob, a Prefeitura vai disponibilizar caixas para armazenamento de pilhas usadas em 25 unidades de saúde, que periodicamente serão recolhidas e entregues ao parceiro para a destinação final. O trabalho é paralelo ao Programa Bairro Saudável, que está percorrendo todas as regiões de Umuarama auxiliando a população no combate à dengue.

O Sicoob conta com uma central de recebimento em São Paulo e de lá o material será enviado para um aterro com tratamento químico especializado. Além dos pontos fixos nos postos de saúde, a Diretoria de Meio Ambiente também tem alguns ‘papa-pilha’ na Prefeitura e em outros prédios públicos.

“Basta ficar atento e não jogar pilha nem bateria no lixo. A coleta de resíduos orgânicos leva todo o material recolhido para o aterro sanitário municipal e lá não é lugar para pilhas, eletrônicos e nem material reciclável. Todo tipo de resíduo precisa ter a destinação e o tratamento adequado”, finalizou Matheus Batista.

Comente

Leia também

BRINQUEDOTECA
CHAPELAO
NEIDE KUMAGAI - Hipnose

Mais lidas

ARY BABY