Foto: Tiago Boeing/PMU
Foto: Tiago Boeing/PMU

Radares eletrônicos já flagraram quase 4 mil infrações em Umuarama

 

A Prefeitura de Umuarama divulgou o relatório dos 30 primeiros dias de fiscalização eletrônica com os novos radares de trânsito. No período, foram lançados 2.787 autos de infração – com uma média diária de 92,9 notificações (23,22 por local fiscalizado).

Os aparelhos estão instalados em cruzamentos da Avenida Paraná com a Avenida Rio Grande do Sul e com a Rolândia, na esquina da Tiradentes com a Avenida Liberdade; e na Governador Parigot de Souza com a Presidente Castelo Branco.

A diretora de Trânsito do município, Dianês Piffer, explica que o maior volume ocorreu nos 10 primeiros dias da fiscalização eletrônica (quando a média diária chegou a 101,1 autos). “Depois os números começaram a diminuir. Agora, nos 10 últimos dias que foram laçados – entre 26 de junho e 4 de julho – a média já caiu para 70,2 autos por dia (foram 702 no período), ou seja, cerca de 30% menos que nas primeiras semanas”, explicou. Em 47 dias de fiscalização, foram emitidos 3.996 autos de infração.

Em agosto próximo, mais seis conjuntos de câmeras para fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada na faixa de pedestres serão implantados na cidade, nos seguintes cruzamentos: Avenida Tiradentes com Presidente Castelo Branco (próximo ao Posto Tamoio); Flórida com Castelo Branco (perto do Bosque dos Xetá); Dr. Ângelo Moreira da Fonseca com Praça Oscar Thompson (Hospital Cemil); Avenida Paraná com Apucarana (Posto Itamaraty); Avenida Manaus com Anhanguera (em direção ao Umuarama Country Club); e na Brasil com Ipiranga, sentido Catedral à Praça Santos Dumont.

Avaliação

Para o prefeito de Umuarama, o relatório de notificações sobre a fiscalização de avanço de sinal vermelho e parada na faixa de pedestre mostra uma melhora importante: o número de notificações tem diminuído desde o início do funcionamento, ou seja, o motorista começa a dar sinais de mudança de comportamento no trânsito.

“Esse é o maior objetivo da nossa decisão, pela instalação desses equipamentos: educar o motorista para respeitar as leis de trânsito e, dessa forma, contribuir para a redução no número de acidentes e também de vítimas do trânsito”, explicou Pozzobom.

Essa evolução, de acordo com Dianês, também é notada em semáforos que não contam com o dispositivo. “Tanto nos locais equipados com as câmeras quanto nos demais semáforos, temos notado mais respeito ao sinal vermelho e à faixa de pedestres”, avaliou.

Redução nas mortes

Outro dado importante, na avaliação da diretora, é que entre janeiro e abril de 2018 o trânsito de Umuarama registrou 12 mortes – média de 3 por mês. “Após as ações da Campanha Maio Amarelo, que envolveram praticamente todos os setores da nossa sociedade com orientações, conscientização e blitz em diversos pontos, nos últimos dois meses foram registrados duas vítimas fatais. A redução no número de mortes mostra que unindo a conscientização e uma fiscalização mais intensiva, podemos melhorar as estatísticas do trânsito de Umuarama”, completou o prefeito Celso Pozzobom.

Comente

Veja Também