UmuaramaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.23º35º
|

Umuarama

Rebecca inicia jornada de preparação para o transplante de medula

Foto: Arquivo da família

JAQUELINE MOCELLIN O Bemdito 7 de agosto de 2018 19h28

Nesta quarta-feira (8) terá início a nova jornada de Rebecca Marchi Ally da Silva e sua família. Às 10h ela terá a primeira consulta de uma série de procedimentos necessários para a preparação antes do transplante de medula óssea.

A pequena, de aproximadamente três anos, está em tratamento contra uma leucemia mielóide aguda (LMA) desde setembro de 2017. A família, que reside em Umuarama, realizou uma grande mobilização, que atingiu pessoas de todo o país e até mesmo do exterior. Em julho veio a tão esperada notícia: um doador compatível foi encontrado.

Na última segunda-feira (6) os pais de Rebecca e um de seus irmãos se mudaram temporariamente para Curitiba, onde os procedimentos irão acontecer – apenas o irmão mais velho ficou em Umuarama, em decorrência de seu trabalho.

Patriccia Ally, a mãe, explica que apenas nesta quarta a família será informada com detalhes sobre como o processo vai acontecer. Por enquanto ela sabe que a filha passará por várias consultas e exames nos próximos dias.

Enquanto Patriccia conversava com OBemdito por telefone no início da noite desta terça, era possível ouvir as crianças brincando. “A Rebecca está ótima, brincando bastante. Como ela está sem quimioterapia, com o cabelinho crescendo, nem dá pra acreditar que tem leucemia. Sem a quimio ela fica mais disposta”, explica a mãe, que ressalta apenas que a pequena está com bastante irritabilidade devido aos medicamentos.

Patriccia diz que a previsão, caso não haja problemas, é de que em dezembro a família volte para Umuarama. “As informações iniciais são de que 100 dias após o transplante, caso não tenha intercorrência, ela é liberada para voltar para casa”, comenta.

Um detalhe do transplante é que o doador da medula compatível até então é desconhecido e, em dois anos, a família poderá saber quem foi que praticou este gesto.

Na despedida da Capital da Amizade os familiares se reuniram para um culto, momento que Patriccia disse ser muito emocionante e ter dado forças. Ela aproveitou a conversa com OBemdito para agradecer a todos que se tornaram doadores e estão na torcida pela cura de Rebecca.

“O amor das pessoas, em todos os lugares, é muito lindo. Estamos sempre muito emocionados. Acredito que o caso da Rebecca serviu para tirar as pessoas da zona de conforto. E assim podemos ajudar muitos outros que passam pela mesma situação que minha filha”, finalizou.

Comente

Leia também

REGINA
INNOVARE
NEIDE KUMAGAI - Hipnose
SATELLITE
YAZIGI

Mais lidas

OFERTA_VIVIAN 1
OFERTA_VIVIAN 2
GASTRO - Dr. Gilberto
NATAL PMU
PRISMA
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
CASTELO_BRANCO
WIZARD
ARY BABY