UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.18º32º
|

Umuarama

Semáforo derrubado em acidente é substituído e empresa diz que vai arcar com custos

Foto: Tiago Boeing/PMU

O Bemdito 14 de agosto de 2019 18h02

A Diretoria de Trânsito de Umuarama (Umutrans) precisou bloquear parcialmente o tráfego de veículos no cruzamento das avenidas Dr. Ângelo Moreira da Fonseca e Apucarana, na maior parte do dia na terça-feira (13), para a instalação de um novo conjunto semafórico. Na última semana, um acidente envolvendo dois carros, uma perua Kombi, uma motocicleta e um ônibus, resultou na destruição do semáforo existente no local – tanto dos porta-focos quanto das colunas metálicas. (Relembre o acidente)

O prejuízo foi estimado em perto de R$ 25 mil. Representantes da empresa de ônibus cujo motorista provocou o acidente procuraram a Umutrans e se colocaram à disposição para arcar com os custos dos reparos. Após avaliação da engenharia de trânsito, as colunas foram realocadas e ganharam uma proteção metálica para bloquear o impacto direto. No mesmo local, o semáforo já foi avariado três vezes após acidentes.

Muitos acidentes

Os acidentes automobilísticos continuam preocupando as autoridades e a sociedade em Umuarama. Apesar de não haver registro de mortes desde março deste ano – nos primeiros três meses de 2019 foram sete mortes, dos quais cinco eram motociclistas –, de acordo com a Diretoria de Trânsito (Umutrans) a falta de atenção e o desrespeito à sinalização têm provocado colisões e atropelamentos – alguns com feridos e cenários impactantes.

Após os acidentes, condutores costumam questionar a sinalização. Porém, a diretora da Umutrans vê o problema por outro ângulo. “Nossas ruas são bem conservadas e sinalizadas. Para locais de pouco movimento, onde a sinalização não está presente, existe o Código de Trânsito que, se for observado, evitará uma série de transtornos. O que falta aos motoristas, na verdade, é mais atenção e respeito às leis e a sinalização”, avaliou Dianês Piffer.

O uso indevido do telefone celular e o excesso de velocidade tem causado muitos acidentes na região central e também nos bairros da cidade. “Os motoristas têm usado o celular de forma indiscriminada. É preciso ampliar a fiscalização, tanto de celular na direção quanto de velocidade – que envolverá a utilização de radar estático móvel –, e desenvolver novas campanhas educativas. A próxima está prevista para setembro, quando acontece a Semana Nacional do Trânsito”, anunciou Dianês.

(Informações: Assessoria PMU)

 

 

Comente

Leia também

Fabio Rebuci
LAB
Baruck
TUCCA
PLAY GAMES
PET

Mais lidas

CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
GLOBAL_MOBILE