'Beição' foi setenciado a dezesseis anos e meio de reclusão por homicídio que praticou em 2013  Foto: Divulgação/Polícia Civil
'Beição' foi setenciado a dezesseis anos e meio de reclusão por homicídio que praticou em 2013 Foto: Divulgação/Polícia Civil

Envolvido em crime brutal em Lovat é condenado a 16 anos e meio de prisão

André Paixão Bruno, 27, o 'Beição', foi setenciado a dezesseis anos e meio de reclusão por homicídio no Tribunal do Júri realizado em Umuarama nesta segunda-feira (16). 

Ele e um cúmplice, Jhonatan Henrique Cela Gasparino, 25, assassinaram, com requintes de crueldade, Adeilton Oliveira Santos. O crime foi praticado no campo de futebol do distrito de Lovat em agosto de 2013. À época, a vítima tinha 24 anos.

Adeilton foi encontrado já em óbito com diversas lesões na cabeça e um corte profundo na altura do pescoço. O cadáver estava envolto em um cobertor, com grande parte do corpo queimado.

Peritos do Instituto de Criminalística encontraram uma pedra com marcas de sangue e uma garrafa quebrada, que teriam sido utilizadas para golpear a cabeça e cortar a garganta da vítima.

Em 2016, Jhonatan Henrique Cela Gasparino foi condenado à mesma pena.

A defesa de 'Beição' conseguiu protelar o julgamento, alegando insanidade mental, mas o argumento acabou refutado.

Comente

Veja Também