Dalci Gossmann foi detido após o crime. Ele ainda passou em um bar para tomar uma pinga  Foto: Guia Medianeira
Dalci Gossmann foi detido após o crime. Ele ainda passou em um bar para tomar uma pinga Foto: Guia Medianeira

Por ciúmes, homem mata ex-mulher e o próprio irmão a facadas

A polícia acredita em ciúmes como o motivo do crime brutal ocorrido na noite desta quinta-feira (11), na zona rural de Missal, região oeste do Paraná. Um homem matou seu irmão e a ex-mulher a facadas.

As vítimas foram identificadas como Crislaine Aparecida Moreira de Siqueira, de 26 anos, e Levino Gossmann, 62. Eles teriam começado um relacionamento depois que Crislaine se separou do marido Dalci Gossmann (irmão de Levino) e foi acolhida na casa do cunhado junto com os dois filhos. As crianças de três e oito anos são frutos de outra relação.

O homem de 54 anos descobriu o relacionamento dos dois e passou a ameaçá-los. Na quinta-feira, ele foi à casa do irmão para cometer o crime. Levino foi a primeira vítima. Ele estava no quintal e tentou se defender do assassino. Foi ferido com três facadas no peito e uma na mão.

Crislaine tentou correr para proteger as crianças, mas foi alcançada pelo ex-marido. Ela foi atingida por pelo menos 10 facadas por todo o corpo, entre eles um golpe profundo no pescoço. As facadas nas mãos também indicam que ela tentou se proteger. Ela já havia registrado queixa contra o ex-marido.

Vizinhos contaram que depois do crime, o assassino ainda passou em um bar, tomou uma pinga e foi para casa dizendo que iria se matar. Porém, a polícia o prendeu no caminho. Ele foi levado para a Polícia Civil de Medianeira. Já o corpo do casal foi levado para o Instituto Médico Legal de Foz do Iguaçu.

(Mariana Kojunski / Rede Massa)

Comente

Veja Também