UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.18º34º
|

Polícia

Proprietário de mercado consegue render assaltantes, em Umuarama

Os assaltantes não contavam que o comerciante iria reagir e conseguir rendê-los
Os assaltantes não contavam que o comerciante iria reagir e conseguir rendê-los
Foto: Josiane Costa Alves

REDAÇÃO O Bemdito 12 de março de 2018 11h47

Um mercado foi alvo de dois assaltantes na manhã desta segunda-feira (12) em Umuarama. O estabelecimento está localizado na rua Monteiro Lobato, Alto São Francisco.

Segundo informações coletadas por OBemdito, os jovens Jonathan Ramos Falaschi, 20 anos, e Leandro de Souza Martins, 18 anos, teriam dado voz de assalto e levaram R$ 67,00 do caixa. O que eles não contavam é que o proprietário do estabelecimento iria reagir e conseguir render os dois com sua arma, um revólver calibre 38.

Logo que os jovens saíram do mercado e montavam na moto para fugir, foram surpreendidos pelo comerciante, que conseguiu segurá-los até a chegada da polícia. A dupla foi encaminhada para a Delegacia de Umuarama.

Segundo uma vizinha, a ação dos bandidos foi muito rápida. Ela conta que ouviu o barulho de um tiro e saiu de casa para ver o que estava acontecendo. “Quando saí dei de cara com um bandido no muro da vizinha e o proprietário atrás. E ele conseguiu render os caras e segurar até a polícia chegar”, disse.

Vamos roubar???

Na delegacia, Jonathan contou para os policiais que pouco antes do crime ele passou na casa do amigo Leandro e percebeu que este poderia estar com intenção de cometer suicídio. Para tirar a 'ideia' da cabeça do amigo, o chamou para dar uma volta. No meio do caminho os dois decidiram assaltar o mercado.

Os jovens são moradores no bairro San Marino. Jonathan tem passagem na polícia por assalto e disse que trabalha como pedreiro. Leandro conta com vários encaminhamentos quando era menor.

Eles estavam com uma motocicleta Honda CG, vermelha, de propriedade do pai de Jonathan.

Confira as informações do Tenete Mikael sobre o crime:

?

Leia também

Comente

Serão moderados e passíveis de não publicação e/ou exclusão os comentários de cunho eleitoral, que contenham termos que possam caracterizar propaganda eleitoral, tais como a divulgação de nomes e números de candidatos, siglas e nomes de partidos políticos, slogans de campanhas partidárias, bem como palavras chave, tais como eleições, segundo turno ou outras nomenclaturas dessa espécie. Essa restrição permanecerá até o final do período eleitoral.

OFERTA_VIVIAN 1
ORAL SIN - Aniversário

Mais lidas

churrascaria
katar
OFERTA_VIVIAN 2