Suspeito foi autuado em flagrante pela posse de 700 gramas de maconha  Foto: Divulgação/Polícia Civil
Suspeito foi autuado em flagrante pela posse de 700 gramas de maconha Foto: Divulgação/Polícia Civil

Suspeito da morte de Gabriel Balaroti é preso com 700 gramas de maconha

Passado cerca de um mês e meio do assassinato de Gabriel Balaroti, 19, a Polícia Civil de Umuarama efetuou no início da tarde desta quarta-feira (11) a prisão do suspeito de ter executado o jovem - a sangue frio -, com disparos de arma de fogo. Alisson Domingos Monteiro, 18, nega ser o autor do homicídio.

Ele foi detido no Mutirão Alvorada. Em cumprimento a um mandado de busca, policiais encontraram em sua residência um tijolo de maconha, que pesou 700 gramas.

Autuado em flagrante na 7ª SDP, ele também nega envolvimento com o tráfico de drogas, embora conte com passagem pela prática desse delito e também por porte ilegal de arma.

Detalhes do caso não foram divulgados a fim de não atrapalhar o curso da investigação.

Caso gerou comoção

Gabriel Balaroti foi considerado desaparecido no dia 31 de agosto. O corpo foi encontrado no início de setembro em uma estrada rural na margem da PR-323, entre Umuarama e Perobal.

A necropsia apontou que ele foi morto com dois disparos na cabeça. A análise preliminar da Polícia Civil indicou que o jovem pode ter sido atraído até o local, possivelmente por conhecidos. Ele portava documentos e usava capacete. Ao lado do corpo foram encontradas uma carteira de cigarros e uma porção de maconha.

Comente

Veja Também