UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.18º32º
|

Política

Pozzobom veta projeto que dava transparência aos procedimento de corte de árvores

Embora aprovado por unanimidade na Câmara, prefeito vetou a alegando dificuldades para execução

Foto: Ricardo Trindade/ OBemdito

REDAÇÃO O Bemdito 14 de agosto de 2019 19h14

O projeto de lei 33/2019 do vereador Deybson Bitencourt (PDT), que instituía a obrigatoriedade de divulgação em meio eletrônico de autorização para corte de árvores, licença ambiental ou supressão de áreas verdes em Umuarama foi vetado pelo prefeito Celso Pozzobom (PSC).

O veto aconteceu porque, de acordo com a prefeitura, o cumprimento das orientações propostas no projeto seria difícil de ser feito. Na Câmara Municipal durante a sessões desta semana o veto do executivo foi mantido, mesmo o projeto tendo sido aprovado em duas votações por unanimidade.

“Me causa muita estranheza este veto do senhor prefeito municipal. Na justificativa para este veto ele alegou que seria uma lei difícil de ser cumprida. Mas é simplesmente um projeto de transparência na administração pública. No nosso entendimento é um veto político, um veto que não é de mérito, um veto que não tem justificativa técnica”, criticou, via redes sociais, Bitencourt.

 “O que está por trás desse veto? É algum vereador que tem seu pedido de corte de árvore passado na frente? É um presidente de bairro que tem seu pedido passado na frente? É um eleitor do senhor prefeito que passa na frente?”, questionou o vereador.

Com o veto mantido, agora o projeto só poderá ser apresentado novamente no ano que vem, coisa que o autor já garantiu que será feita.

 

 

Comente

Leia também

TUCCA
PLAY GAMES
PET
Baruck
Fabio Rebuci
ANHAGUERA

Mais lidas

GLOBAL_MOBILE
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla