NATAL_TOPO
Zeca Dirceu:
Zeca Dirceu: "Sempre tive minha consciência tranquila e paciência para que, finalmente, tudo fosse esclarecido" Foto: Gustavo Bezerra PT na Câmara

STF arquiva inquérito e exclui Zeca Dirceu da Lava Jato

Segundo a matéria do jornal Gazeta do Povo, desta segunda-feira (9), o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), arquivou um inquérito da Lava Jato que investigava há quase um ano o deputado Zeca Dirceu (PT-PR). A decisão atendeu a um pedido do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot. O caso está em segredo de Justiça. O deputado destacou que não tinha dúvidas sobre o resultado do processo.

Ao tomar conhecimento da decisão de Fachin, Zeca Dirceu afirmou que desde o início da investigação se dispôs a esclarecer todos os fatos e colaborar com a Justiça. Segundo ele, não havia dúvidas que o caso se encerraria com o arquivamento do inquérito. “Sempre afirmei que não havia qualquer fato que ligasse meu nome a qualquer tipo de negócio duvidoso ou esquema criminoso, como ficou demonstrado ao final do inquérito, tanto pelo Ministério Público Federal, e também, agora, pelo ministro Edson Fachin”, disse o parlamentar.

O inquérito tinha por base a delação premiada do empresário Milton Pascowitch, que descrevia contratos superfaturados entre a Diretoria de Serviços da Petrobras e a empresa Hope. Porém, no pedido de arquivamento, o então procurador Janot, afirmou que não foi constatada a participação do deputado federal Zeca Dirceu nos possíveis crimes, e que “nem se verificam novos rumos investigatórios”.

Zeca Dirceu também ressaltou que, apesar do arquivamento, ficam os prejuízos causados a sua imagem. “A forma como a imprensa usou esse inquérito para me condenar, antes da sua conclusão, foi inescrupulosa. Mas sempre tive minha consciência tranquila e paciência para que, finalmente, tudo fosse esclarecido e, como de fato ocorreu, o inquérito fosse arquivado”, comentou o parlamentar.

(Com informações: Assessoria de Imprensa)

Comente

Veja Também