UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.16º28º
|

Paraná

Acusado de estuprar e matar Gisele Prado vai a júri nesta quinta, em Cruzeiro

Crime aconteceu em 2017. Jovem foi morta após pegar carona com cobrador de ônibus

Foto: Reprodução/Redes sociais

REDAÇÃO O Bemdito 13 de junho de 2019 09h30

O acusado de estuprar e matar a jovem Gisele Prado em 2017 está enfrentando o Tribunal do Júri nesta quinta-feira (13). Paulo César Andrade do Nascimento, 33 anos, é o réu, acusado de matar a vítima, que tinha apenas 25 anos quando foi assassinada.

Na época, Paulo trabalhava como cobrador de ônibus e conhecia a vítima, que diariamente usava o transporte intermunicipal para se deslocar de Umuarama (onde trabalhava) a Maria Helena, onde morava com a família. No dia do crime Gisele estava num ponto de ônibus em Nova Olímpia, pois havia visitado a mãe, e retornaria para Maria Helena quando aceitou a carona do cobrador.

No meio do trajeto, o acusado usou uma faca para coagir a vítima. Ela foi estuprada, mas jurou ao cobrador que não o denunciaria. No entanto, isso não foi suficiente para que ele lhe poupasse a vida.

Gisele foi esfaqueada na garganta e golpeada na cabeça com o macaco do carro. Dois dias após o crime os investigadores da Polícia Civil de Umuarama chegaram até o assassino que confessou o ato e revelou onde estava o corpo da vítima. Ela foi encontrada sem roupas em um canavial, em local de difícil acesso, entre Cruzeiro do Oeste e Nova Olímpia.

O réu está preso na Penitenciária Estadual de Cruzeiro do Oeste (Peco). O julgamento deveria ter ocorrido no dia 3 de maio de 2019, porém, a juíza que presidiria o julgamento estava em licença, o que impossibilitou a realização, fazendo com o que a data fosse adiada.

Relembre o desfecho do caso aqui.

Em reportagem a OBemdito, um amigo de Gisele contou sobre o sonho da jovem de se tornar cantora profissional. Relembre aqui

Comente

Leia também

katar
União
SENAC

Mais lidas

CELIO MOBILE
TAKEJIMA
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
VIVIAN 2
VIVIAN 1