Maurim (à direita), ameaçou o bandeira após a marcação da penalidade  Foto: Divulgação
Maurim (à direita), ameaçou o bandeira após a marcação da penalidade Foto: Divulgação

Jogador do Paranavaí ameaça árbitro após pênalti para o rival: ''sou do PCC''

Um jogo da divisão de acesso do Campeonato Paranaense, neste domingo (15), chamou a atenção não pelo resultado, mas pela atitude de um jogador do Paranavaí.

Na partida contra o Independente Futebol São-Joseense, no estádio Waldomiro Wagner, em Paranavaí, o lateral-esquerdo Maurim Vieira Saltos, do time mandante, esbravejou contra o assistente Alessandro Michel de Oliveira Domiciano e o ameaçou após a marcação de uma penalidade para o time visitante aos 48 minutos do 2º tempo.

De acordo com a súmula assinada pelo árbitro João Paulo Romano Queiroz, após a penalidade, o atleta se direcionou ao assistente e disse: “seu ladrão, safado, você vai ter que voltar esse pênalti, eu sou do PCC e vou colocar o revólver na sua boca e você vai sentir o gosto da bala”.

Após ser expulso da partida, o jogador ainda proferiu palavras de baixo calão ao árbitro: “eu vou te pegar lá fora seu vagabundo, vou te esperar lá”.

Antes disso, no intervalo da partida, o diretor do clube, Ramalho Santos, também xingou a equipe de arbitragem na saída para o vestiário. Ele ameaçou o árbitro assistente João Vagner Cavalari. “Você nunca mais vai bandeirar na sua vida seu vagabundo, estava impedido, levanta essa porra, a gente trabalha a semana toda para você fazer essa m****”, relatou o árbitro na súmula da partida.

Além da confusão, o árbitro também alegou que as taxas de arbitragem e de deslocamento dos árbitros não foram pagas.

(Massa News)

Comente

Veja Também