UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.18º32º
|

Paraná

Procuradoria de Cidade Gaúcha denuncia advogado que teria coagido testemunha

Foto: Blog Central Web

ASSESSORIA MP-PR O Bemdito 14 de agosto de 2019 17h29

O Ministério Público do Paraná, por meio da Promotoria de Justiça de Cidade Gaúcha, no Noroeste Paranaense, ofereceu na terça-feira (13), denúncia criminal contra um advogado por crime de coação de testemunha (coação no curso do processo).

Segundo investigação realizada pelo MPPR, o advogado procurou uma testemunha de acusação que seria ouvida em processo decorrente da Operação Regalia (que investigou a concessão de regalias a presos mediante pagamento de propina).

Conforme a denúncia, o advogado conversou com um parente da testemunha e transmitiu o recado de que ela estaria em risco de morte, visando, assim, intimidar a testemunha para que ela mudasse o depoimento, o que não ocorreu. De acordo com as apurações, o advogado agiu visando beneficiar os denunciados na Operação, em especial dois dos acusados, que são seus clientes.

Se condenado, o advogado ficará sujeito a uma pena de um a quatro anos de prisão, além de multa.

Veja notícias anteriores sobre a Operação Regalia:

02/02/2018 – MPPR deflagra Operação Regalia e prende dois investigadores de polícia em Cidade Gaúcha

09/02/2018 – A partir de denúncia do MPPR no âmbito da Operação Regalia, Justiça afasta delegado de Polícia de Cidade Gaúcha

01/04/2019 – Delegado de polícia e três investigadores que atuaram em Cidade Gaúcha são condenados no âmbito da Operação Regalia, deflagrada em 2018

Comente

Leia também

Baruck
ANHAGUERA
PET
Fabio Rebuci
TUCCA
PLAY GAMES

Mais lidas

CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
GLOBAL_MOBILE