UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.12º23º
|

Saúde

12ª Regional de Saúde tem cinco cidades com epidemia de dengue

Foto: Ricardo Trindade/ OBemdito

REDAÇÃO O Bemdito 19 de junho de 2019 15h30

Os casos de dengue continuam a crescer no Paraná. O boletim semanal divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde registra 15.396 casos confirmados da doença. São 1.892 casos a mais que na semana anterior.

Na 12ª Regional de Saúde, com sede em Umuarama, cinco municípios estão em situação de alerta: Francisco Alves, Alto Piquiri, Xambrê, Icaraíma, Nova Olímpia (nesta ordem de gravidade). Na Regional foram contabilizados 447 casos (entre autóctones e importados) e há 2.459 suspeitas da doença ainda a serem confirmadas. Também foram notificados 32 casos de dengue com sinais de alarme e 1 de dengue grave (antiga denominação de dengue hemorrágica).

No Paraná, os casos autóctones (adquiridos no município de residência dos infectados), são a maioria: 14.961, contra 435 adquiridos em outros estados e importados para o estado.

Setenta municípios estão em epidemia e sete aparecem pela primeira vez nesta relação: Capanema, Realeza, Rancho Alegre D´Oeste, Mandaguari, Jataizinho, Sertaneja e Palotina. Em alerta para a dengue estão mais 59 municípios.

O Paraná registra 17 óbitos confirmados causados pela dengue no período de junho de 2018 até agora. São quase 76 mil notificações realizadas neste período nas 22 Regionais de saúde do estado.

“A situação é grave e por isso reafirmamos que o apoio da população é fundamental”, explica Ivana Belmonte, coordenadora de Vigilância Ambiental da Sesa. “Com os índices elevados de infestação precisamos fazer uma busca minuciosa em todos os terrenos e quintais. Além de eliminar os criadouros que se formam em recipientes mais visíveis com água parada, como pratos de vasos de plantas, ralos descobertos e pneus velhos, temos que buscar também os locais menos visíveis, como telhados, nas antenas de TV e nas calhas; nos troncos ocos de árvores e  nas caixas de água. O mosquito vai em busca de recipientes com água ou lixo acumulados”, afirma a coordenadora.

(Informações: Redação e Agência Estadual de Notícias)

 

Comente

Leia também

ICE_BANANA
ponto mais
CABINE
PLATA

Mais lidas

TAKEJIMA
CELIO MOBILE
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
PLANALTO