UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.19º31º
|

Saúde

Cinco pessoas morrem de gripe no Paraná em apenas um mês

Na 12ª Regional de Saúde de Umuarama estão confirmados 6 casos de H1N1 e 1 óbito

Foto: Arquivo OBemdito

AEN/REDAÇÃO O Bemdito 27 de novembro de 2019 16h50

O boletim da gripe divulgado nesta quarta-feira (27) pela Secretaria de Estado da Saúde traz 658 casos confirmados de síndromes respiratórias agudas provocadas pelo vírus Influenza desde o começo deste ano. São 35 casos a mais que o boletim anterior, divulgado em 16 de outubro, com 623 casos. O informe totaliza 127 óbitos por gripe neste ano – 109 são casos confirmados de H1N1.

De outubro para cá foram registradas cinco mortes. Em todos os casos as pessoas não tinham recebido a vacina da gripe e apresentavam fator de risco associado.

Os óbitos aconteceram nos municípios de Cianorte, uma mulher de 52 anos, com cardiopatia e diabetes; Maringá, uma mulher de 82 anos, com diabetes; Foz do Iguaçu, uma mulher de 73 anos; Curitiba, uma mulher de 94 anos, portadora de doença neurológica, pneumonia e também cardiopata; e outro caso em Curitiba, um menino de cinco anos que apresentava cardiopatia como fator de risco.

Na 12ª Regional de Saúde, com sede em Umuarama, estão confirmados 6 casos de H1N1 e 1 óbito pela doença – em Mariluz. Dos casos confirmados da influenza, 3 são em Umuarama, 1 em Mariluz, 1 em Iporã e 1 em Francisco Alves.

“Os casos de gripe atingem com maior gravidade os maiores de 60 anos, os adultos na faixa dos 50 a 59 anos e os menores de seis anos. As pessoas nestas faixas devem estar atentas às infecções por Influenza. A idade, associada a outros fatores de risco como, por exemplo, doenças neurológicas, renais e do coração, pode levar ao óbito”, destaca o chefe da Divisão de Doenças Transmissíveis da Secretaria da Saúde, Renato Lopes.

Segundo o técnico, as medidas de prevenção à gripe devem ser mantidas. “A oscilação da temperatura, com dias frios e de muito calor, ajuda provocar a gripe. Por isso, a prevenção deve ocorrer durante todo o ano”, completa Lopes.

Entre as medidas preventivas estão a higienização frequente das mãos, principalmente antes das refeições, e a ventilação constante dos ambientes.

Os principais sintomas da gripe são febre alta, acima de 38 graus, com início repentino, além de dor de garganta e de cabeça, calafrios, sensação de cansaço e tosse seca. Diante dos sintomas a recomendação a busca de atendimento médico nas unidades de saúde.

 

 

Comente

Leia também

TUCCA
LAB
Baruck
Fabio Rebuci
ANHAGUERA
PLAY GAMES

Mais lidas

OFERTA VIVIAN 1
OFERTA VIVIAN 2
CARRETÃO - Qualidade Dose Dupla
GLOBAL_MOBILE