Conheça alguns dos inúmeros benefícios do método que já ganhou o mundo

O método Pilates se tornou hoje indicação de médicos e fisioterapeutas Quem faz, está satisfeito com a técnica. E não é à toa, os exercícios tem tudo a ver com saúde e bem-estar. Aos que estão motivados e dispostos a alcançar um corpo mais forte, flexível e livre de tensões o método é considerado uma excelente alternativa.

Além de oferecer os benefícios de uma atividade física, o Pilates acompanhado de um profissional qualificado é seguro para a saúde física em qualquer faixa etária, auxiliando na correção da postura, aumentando a elasticidade, fortalecendo o corpo, e aliviando o estresse.

Segundo a instrutora Elizandra Perina da Academia TopWay, entre outros benefícios, está o fortalecimento de músculos fracos,  principalmente abdômen ao qual é de extrema importância estar fortalecido para manter uma postura adequada, o alongamento de músculos que estão encurtados e o aumento da mobilidade das articulações.

“Além de melhorar a postura, exige-se alinhamento corporal adequado durante o exercício”, explica Elizandra.

Isso torna o praticante mais consciente de seu corpo e da postura correta em todos os momentos do dia a dia.

“Depois que comecei fazer Pilates melhorou a dor na coluna, pois aprendi postura e respiração, e percebi que desapareceu a tontura que sentia”, Carmem, uma das alunas da Top Way. Ela ressalta que três meses de Pilates melhorou a tontura e a postura eliminou as dores que sentia na coluna.

Dores corporais

O Pilates auxilia as pessoas que possuem dor nas costas decorrentes de desvios posturais ou patologias. Além de ser um grande aliado dos fisioterapeutas no tratamento de lesões, hérnia de disco e outros, o Pilates contribuiu também para o alívio das dores causadas por um estilo de vida sedentário, gerando muitas vezes uma rigidez muscular.


Flexibilidade

Diversos exercícios aumentam a flexibilidade da parte posterior do seu corpo, a área que causa a maioria dos problemas para todos nós, bem como a flexibilidade em geral do corpo todo. Sendo mais flexíveis, teremos menos lesões, menos dores relacionadas com músculos tensos e um melhor desempenho em qualquer tipo de atividade física.

Controle do corpo

Elizandra explica que o Pilates ensina também o auto controle do corpo. “Os exercícios não isolam cada um dos seus grupos musculares para serem executados. Ao invés disso, exercita o seu corpo como um todo, o que não cria desequilíbrios musculares que são comuns a outros tipos de exercícios isolados”. Joseph Pilates – precursor do Pilates já dizia “Não somos blocos, nosso corpo é interligado como um todo”.

O Pilates tem se mostrado eficaz em várias condições: no alívio dos sintomas da fibromialgia, artrite e artrose, bem como um aliado na recuperação pós tratamento do câncer e outros procedimentos cirúrgicos.

Combate do estresse e melhora a concentração

Os exercícios contemplam uma ordem específica  que obedece a um ritmo respiratório e que exige concentração. Por isso, ao longo das aulas, os praticantes adquirem um poder maior de controle sobre o corpo, o que possibilita lidar melhor com situações de estresse, ansiedade e nervosismo.

O indivíduo que tem estresse ou ansiedade constante interrompe a respiração normal, gerando um bloqueio no músculo do diafragma. Como o Pilates trabalha a musculatura respiratória, ele é capaz de ensinar novamente essas pessoas a respirar de maneira correta, ao qual é executado através da associação dos exercícios a um tempo preciso de inspiração e expiração.

 

Elizanda L. Perina é Personal Trainer e Instrutora de Pilates Solo, Bola, Equipamentos e Suspension; Biomecânica do Pilates; Pilates nas Patologias da Coluna e Musculação Clínica.

CREF 028738-G/PR

 

Comente

Veja Também

PREFEITURA