UmuaramaSol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.15º22º
|
GASTRO - Dr. Gilberto
NETSET TESTE**

Saúde

Hospital Cemil realizou captação de rins e fígado de mulher nesta sexta

Foto: Divulgação

O Bemdito 3 de agosto de 2018 11h42

A família de Eliete Neves da Silva, de 46 anos, que teve morte encefálica confirmada autorizou a doação de órgãos. A cirurgia foi realizada durante a madrugada desta sexta-feira (3) por uma equipe formada por médicos, enfermeiros e técnicos de Curitiba, Maringá e Umuarama. Foram captados rins e fígado.

O procedimento foi realizado no Hospital Cemil e durou cerca de três horas. Os órgãos foram transportados de carro até Maringá e de lá seguiram de avião até Curitiba, sendo encaminhados para três pacientes que aguardavam no Hospital Angelina Caron.

Eliete foi internada em Umuarama com síndrome gripal e um quadro de sepse – conjunto de manifestações produzidas pelo organismo para combater uma infecção. O quadro evoluiu para uma infecção generalizada, comprometendo o funcionamento do organismo. A paciente sofreu então um acidente vascular cerebral (AVC) hemorrágico, que levou a morte cerebral.

A família manifestou o desejo de doar para a Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplante (CIHDOTT) do Hospital Cemil, que tomou as providências cabíveis.

Participaram da captação, os médicos José Sampaio Neto (Hospital Angelina Caron), Reafel Hellú (Hospital Cemil), os enfermeiros Israel da Silva (Hospital Angelina Caron), Fabinao Mosconi (OPO de Maringá) e Thais Fantin Neurer (Cemil) e o técnico de enfermagem Cleiton de Barros (Cemil).

“A sensação é de dever cumprido. Pelo menos três pessoas serão beneficiadas. A doação de órgãos é um gesto que ajuda a família da doadora a amenizar a dor da perda, através da solidariedade”, disse a enfermeira Thais, da CIHDOTT do Hospital Cemil.

(Com informações: Assessoria Cemil)

Leia também

Comente

Serão moderados e passíveis de não publicação e/ou exclusão os comentários de cunho eleitoral, que contenham termos que possam caracterizar propaganda eleitoral, tais como a divulgação de nomes e números de candidatos, siglas e nomes de partidos políticos, slogans de campanhas partidárias, bem como palavras chave, tais como eleições, segundo turno ou outras nomenclaturas dessa espécie. Essa restrição permanecerá até o final do período eleitoral.

NEIDE KUMAGAI - Hipnose
HOYER - 20% Desconto
RINOPLASTIA - Dr. Ricardo
PRO-OFTALMO

Mais lidas

TOPWAY - Bike Indoor
OFERTA_VIVIAN 2
BLACK RIGOR
OFERTA_VIVIAN 1
OBEMDITO - WhatsApp
ECODE - Sites
ACIU - Ponta de Estoque