UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.19º31º
|

Polícia

Dois foragidos acusados da morte de Jhon Lenon se entregam à polícia

Pai e filho são acusados de participação no crime. Outros dois homens foram detidos na manhã desta segunda-feira

Equipe da Polícia Civil que participou da operação na manhã desta segunda-feira
Equipe da Polícia Civil que participou da operação na manhã desta segunda-feira
Foto: Divulgação

REDAÇÃO OBEMDITO O Bemdito 13 de janeiro de 2020 17h37

Dois acusados da morte de Jhon Lenon Campos de Deus, 24 anos, se entregaram à polícia no início da tarde desta segunda-feira (13). Pai e filho eram considerados foragidos, pois na manhã desta segunda a Polícia Civil da 7ª Subdivisão Policial realizou uma operação para a prisão dos suspeitos e os dois não foram localizados.

De acordo com o delegado de Altônia, Reginaldo Caetano, era por volta das 13h20 quando os foragidos se entregaram no Destacamento da Polícia Militar de Paiçandu. Os dois ficaram presos.

Nesta manhã, a partir das 6h, a Polícia Civil cumpriu mandados de prisão temporárias contra acusados do assassinato de Jhon Lenon Campos de Deus, morto a facadas na noite de Natal, durante uma briga em São Jorge do Patrocínio.

Eram quatro mandados de prisão temporárias e quatro mandados de buscas contra os acusados de serem autores do crime. M.S.S. foi preso em São Jorge do Patrocínio e P.R.A.S. em Palotina. Estavam foragidos V.N.S. e N.W.S.S., pai e filho. A Polícia Civil divulgou apenas as iniciais dos procurados.

Classificado como cruel pelos investigadores, o crime foi cometido por motivo torpe, ou seja, a vítima quis reaver o celular que havia “penhorado” a troco de drogas com um dos coautores. (Relembre o caso aqui). “O crime que ocorreu na noite de Natal causou bastante comoção na cidade”, destaca o delegado Reginaldo Caetano.

 

Comente

Leia também

JOSIANE
SENAC_2
MORENA
cenaic

Mais lidas

ADAMANTINA
ANHAGUERA
SWEET COLORS
Lançoni
TUCCA
AGRO
SENAC