UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.19º35º
|

Polícia

Nomes de médicos que reaproveitavam materiais cirúrgicos são divulgados pela Polícia Civil

Foto: Divulgação Polícia Civil

O Bemdito 12 de dezembro de 2019 17h20

A Polícia Civil (PC) divulgou os nomes dos seis médicos urologistas presos no Paraná e Goiás, acusados de reaproveitar materiais cirúrgicos descartáveis.

Os médicos presos são Eufânio Estefano Saquetti (Campo Mourão), Marcos Henrique Freitas Pinheiro (Ivaiporã), um médico de Francisco Beltrão (nome retirado em 10 de março de 2020 a pedido do advogado do mesmo), Daniel Rodrigues Magalhães (Goiânia), Camilo de Viterbo Idalino e Ronaldo Sesconeto (Rio Verde). Foram detidas ainda uma instrumentadora cirúrgica de Francisco Beltrão e a secretária do médico de Ivaiporã.

Segundo a Polícia Civil os equipamentos utilizados pelos médicos eram comprados de uma empresa alvo de investigação na Operação Autoclave, que em setembro prendeu cinco pessoas em Maringá.

Ainda de acordo com a PC, os equipamentos eram vendidos aos médicos que reaproveitavam os materiais em cirurgias particulares. Como custavam até R$ 1,2 mil, após a esterilização eram comprados pelos profissionais até por R$ 250. Se confirmados os crimes, os responsáveis serão indiciados por associação criminosa, falsidade ideológica de documento particular e adulteração de produto destinado a fins terapêuticos ou medicinais. 

As defesas dos médicos de Goiás negaram as acusações e disseram que eles sempre usaram materiais lacrados.

(Tribuna do Interior)

Comente

Leia também

kumon-agora
BELLA ESTÉTICA
MORENA TOP LIFE
LAB

Mais lidas

UNINTER
TUCCA
FANCAR
PLACAS MIRANDA
VENEZA
Obemdito anuncie
FAZENDÇAO SHOW
FAZENDAO SEMANA
WHYSKRITORIO