UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.19º35º
|

Polícia

Polícia Civil de Umuarama elucida homicídio praticado durante festa em chácara

Em interrogatório, o suspeito informou que possuía uma desavença antiga com a vítima, em razão da disputa por pontos de distribuição de drogas no Parque Jabuticabeiras

Foto: Arquivo OBemdito

ASSESSORIA POLÍCIA CIVIL/REDAÇÃO O Bemdito 28 de outubro de 2020 17h27

No último dia 24 de outubro, por volta das 04h, foram praticados dois homicídios qualificados durante uma festa em uma chácara de Umuarama. Nesta quarta-feira (28) a Polícia Civil de Umuarama informou ter elucidado o crime.

As vítimas foram Andrey de Lira Biazon (35 anos) e Vinícius Silva Lima (26 anos). Também foi praticada uma tentativa de homicídio em desfavor de Simone Meira dos Santos (31 anos).

O delegado Gabriel Menezes informou que no local ocorria uma festa privada. Em determinado momento, foram efetuados vários disparos de arma de fogo e um tumulto formou-se no interior da propriedade rural. A polícia foi acionada e identificou as vítimas do crime. Ainda no local várias informações sobre a autoria do duplo homicídio foram repassadas às autoridades.

A partir destas informações a Polícia Civil iniciou as investigações e chegou até o autor do crime. O suspeito foi qualificado como L.R.D.M (24 anos). Ele compareceu na Delegacia de Umuarama acompanhado do seu advogado e confessou a prática do crime em desfavor da vítima Andrey de Lira Biazon.

Em interrogatório, ele informou que possuía uma desavença antiga com a vítima, em razão da disputa por pontos de distribuição de drogas no Parque Jabuticabeiras. O suspeito afirmou que durante a festa ele e a vítima se encontraram por acaso, momento em que Andrey teria o ameaçado e feito menção de sacar uma arma de fogo, ocasião em que o suspeito sacou a arma e efetuou disparos contra a vítima.

A versão apresentada pelo suspeito destoa dos demais elementos de prova colhidos no inquérito. Segundo apurado pela Polícia Civil, o suspeito L.R.D.M efetuou o primeiro disparo contra Andrey pelas costas, na região da cabeça, sem possibilidade de defesa pela vítima, que já teria caído em óbito nesse momento. O suspeito nega essa versão e diz que atuou apenas para se defender.

Quanto aos disparos contra as outras duas vítimas, L.R.D.M nega que tenha sido o autor. Ele afirma que, após atingir Andrey, outros disparos foram ouvidos no local. O suspeito acredita que alguém possa ter reagido e atingido estas outras duas pessoas por acidente, mas não soube identificar quem seria este outro suposto atirador.

Inicialmente outras pessoas foram apontadas como coautores do crime, pois estavam na companhia de L.R.D.M. Contudo, a Polícia Civil descarta esta hipótese até o momento. Ao que consta, o autor do crime realmente chegou na festa acompanhado de duas pessoas, mas os três se retiraram do local poucos minutos depois. Segundo apurado, o suspeito retornou sozinho ao local horas mais tarde e praticou o crime, sem o conhecimento dos outros dois indivíduos que o acompanhavam no primeiro momento.

O delegado informa que agora as investigações seguem para melhorar apuração da dinâmica dos fatos, buscando revelar se os disparos que alvejaram as vítimas Vinícius Silva Lima e Simone Meira dos Santos também partiram da arma de L.R.D.M. ou de outra pessoa que estava no local.

 

Comente

Leia também

CENAIC
BR FIN
RADCENTER 6 MESES
ADVENTISTA 2 MESES

Mais lidas

Uninter
MARIA SORVETE
UNIALFA
PANVEL
GLOBAL
CINTI 90D
LOG 30 DIAS