UmuaramaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.20º30º
|

Polícia

Preso em Apucarana acusado de estuprar e assassinar bailarina, em Maringá

O criminoso não teve sua identidade revelada, mas atende pela alcunha de 'Frajola' e já passagem por estupro

Foto: Corujão

O Bemdito 28 de fevereiro de 2020 10h34

Um mês depois da morte da bailarina maringaense Maria Glória Poltronieri Borges de 25 anos, a Magó, o principal suspeito de ter estuprado e assassinado a vítima, foi preso na manhã desta sexta-feira (28) na cidade de Apucarana.

O criminoso não teve sua identidade revelada, mas atende pela alcunha de 'Frajola' e já passagem por estupro, segundo informações do site Corujão.

O suspeito teve o material genético coletado para a realização de exame e recentemente foi ouvido pelos investigadores. No depoimento ele teria entrado em contradição. Na quinta-feira (27) no período o resultado do exame foi divulgado e deu positivo comparado ao material coletado na vítima.

Diante dessas provas, nas primeiras horas da manhã desta sexta, policiais civis da Divisão de Homicídios de Maringá prenderam “Frajola”.

 O crime ocorreu no dia 26 de Janeiro, um domingo. Na véspera do assassinato a vítima foi até uma chácara situada às margens da PR-444 para acampar e aproveitar a natureza. Após deixar a filha na área rural de Mandaguari, a mãe retornou a Maringá com a promessa de no domingo as duas se encontrarem novamente para o almoço, mas a vítima foi encontrada já sem vida em uma trilha nas imediações de uma cachoeira conhecida como Massambani.

Relembre o caso completo aqui.

(Do Corujão)

Comente

Leia também

MORENA

Mais lidas

TUCCA
RDR
SUCULENTA
ANHAGUERA
BELLA