UmuaramaSol e aumento de nuvens de manhã. Pancadas de chuva à tarde e à noite.22º36º
|

Polícia

Três suspeitos de participação em desaparecimento de casal de Goioerê são presos

Dois homens foram detidos em Umuarama suspeitos de envolvimento direto no desaparecimento e o terceiro acusado teria furtado a casa de Kawane e Rubens

Foto: Ricardo Trindade/ OBemdito

REDAÇÃO OBEMDITO O Bemdito 16 de setembro de 2020 10h45

Três homens foram presos na manhã desta quarta-feira (16) suspeitos de participação no desaparecimento de um casal de Goioerê. Duas prisões aconteceram em Umuarama e a terceira em Tapejara.

Os mandados de Umuarama foram cumpridos por equipes do Grupo de Diligências Especiais (GDE) da Polícia Civil. J.M.C.S., 57 anos, conhecido como Ceará e A.B.S.J., 24 anos, o Mohamed, estavam residindo nas imediações dos bairros Parque Industrial/Arco Íris, em residências vizinhas. Com eles foi apreendida uma quantia em drogas (ainda não divulgada), celulares, um computador e um rádio comunicador (HT).

Eles são acusados de envolvimento no sumiço do casal Kawane Cleve, 23 anos e Rubens Biguetti, 29 anos, que estão desaparecidos desde o último dia 3 de agosto. Ainda não foi informado que tipo de participação os dois teriam.

O terceiro suspeito foi preso, também nesta manhã, em Tapejara. A princípio, J.P.O., 32 anos, seria a pessoa que furtou a casa de Kawane e Rubens após o desaparecimentos dos dois. Ele também é acusado do homicídio de Maiko Escanes, que foi morto em Goioerê, vítima de pauladas após ums discussão (relembre aqui). 

Sua esposa S.S.M., 32 anos, também foi conduzida para a Delegacia de Umuarama. No imóvel onde o casal estava residindo, em Tapejara, foram encontrados joias e outros objetos que podem ter sido furtados na casa de Kawane e Rubens ou de outras pessoas. Eles estavam morando no imóvel alugado há cerca de 20 dias. A mulher não tem nenhuma acusação formal por crime, mas foi encaminhada para que vítimas de outros furtos possam verificar se reconhecem os itens apreendidos. Neste caso ela pode ser acusada de receptação.

Já existe uma suspeita presa por envolvimento no caso, moradora em Goioerê. Ela é vizinha do casal e tinha uma relação de animosidade com Kawane. Esta suspeito seria a mandante do crime. Informações ainda extraoficiais são de que Ceará já teve um envolvimento com a mãe desta suspeita detida.

Os detidos foram encaminhados para a Delegacia de Umuarama. Quando foram conduzidos para o exame de corpo-delito no IML eles não quiseram conversar com a imprensa.

Kawane e Rubens sumiram no dia 3 de agosto. Na ocasião o bebê deles foi deixado em frente a uma casa no centro de Goioerê e, no dia seguinte, o carro da família foi encontrado incendiado em Moreira Sales.









Comente

Leia também

LAB
kumon-agora
BELLA ESTÉTICA
MORENA TOP LIFE

Mais lidas

TUCCA
VENEZA
PANVEL
PLACAS MIRANDA
FANCAR
UNINTER
FAZENDÇAO SHOW
FAZENDAO SEMANA
WHYSKRITORIO