UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.20º38º
|

Umuarama

Doações do Imposto de Renda permitem aquisição de impressora 3D para Apadevi

Impressora permitirá criar objetos e ferramentas que auxiliem no processo de aprendizagem, estimulando as habilidades de cada criança

Foto: Prefeitura de Umuarama

ASSESSORIA O Bemdito 8 de agosto de 2020 13h48

O Conselho Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente (CMDCA) entregou uma impressora 3D para a Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Visuais (Apadevi) na última quinta-feira (06). O equipamento foi adquirido com recursos do Fundo Municipal da Criança e do Adolescente, por meio de doações do Imposto de Renda de contribuintes umuaramenses.

A assistente social da entidade, Natanne Oliva Roman Miiller, disse que a impressora 3D auxiliará nas atividades desenvolvidas com as crianças e adolescentes assistidos pela Apadevi. “Poderemos criar objetos e ferramentas que auxiliem no processo de aprendizagem, estimulando as habilidades de cada criança e possibilitando a compreensão dos conteúdos didáticos”, explicou.

O material impresso em 3D proporciona a estimulação de outros aspectos sensoriais das pessoas com deficiência visual, pois aprimora a reprodução de inúmeros objetos e obras ‘ao vivo’, para que crianças e adolescentes com deficit de visão possam, através do tato, experimentá-los, reduzindo a distância entre o mundo visual e os objetos existentes. “A reprodução de objetos com detalhes tridimensionais nessa impressora amplia a possibilidade de criar um novo mundo para estudantes/usuários, principalmente para adquirir novos conhecimentos, o que proporciona acessibilidade e inclusão”, acrescentou a assistente social.

No ato de entrega, o presidente do CMDCA, Dennis Aluizio Zafaneli Molina, foi representado pelo conselheiro Uilian Henrique da Silva Drohson. Ele destacou que com a impressora 3D os alunos da Apadevi terão uma experiência educacional única, ainda não disponível em nenhuma outra entidade semelhante na região. “Para crianças com deficiência visual, as mãos são como olhos. Pegar o objeto impresso em 3D e sentir cada detalhe dele com as próprias mãos é muito mais edificante do que apenas ouvir alguém dando a descrição do objeto, por mais detalhada que seja”, apontou.

Uilian ressalta que a compra da impressora 3D foi possível graças a doações do Imposto de Renda, realizadas por vários umuaramenses ao Fundo Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente. “Se o dinheiro do Imposto de Renda fosse todo para a Receita Federal, demoraria mais tempo até retornar em benefícios para a cidade, mas como foi feita a doação direto ao Fundo Municipal já pudemos usar os recursos para atender às entidades do município”, completou o conselheiro do CMDCA.

Comente

Leia também

LAB
MORENA TOP LIFE
kumon-agora
BELLA ESTÉTICA

Mais lidas

TUCCA
FANCAR
PANVEL
VENEZA
UNINTER
PLACAS MIRANDA
WHYSKRITORIO
FAZENDÇAO SHOW
FAZENDAO SEMANA