UmuaramaSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.10º25º
|

Umuarama

Impasse entre motoboys e Prefeitura de Umuarama segue sem resolução

A categoria informa que toque de recolher e fechamento do comércio às 20h prejudica o trabalho dos entregadores

Foto: Motoboys Umuarama

REDAÇÃO OBEMDITO O Bemdito 7 de abril de 2020 18h57

Teve início na segunda-feira (6) o toque de recolher em Umuarama. Com isso, a circulação de pessoas nas ruas está vedada no horário compreendido entre 21h e 5h. Além disso, o último decreto do prefeito Celso Pozzobom (decreto 082/2020) informa que o comércio deve fechar suas portas no máximo às 20h, em qualquer dia da semana.

Estas determinações estão sendo questionadas pelos entregadores de alimentos, que atuam diretamente com restaurantes, lanchonetes, carrinhos de lanches, entre outros. A categoria informa que a restrição de horários inviabiliza o trabalho dos motoboys. Por isso, os entregadores procuraram a Prefeitura para uma negociação, visando a flexibilização do horário, e também fez um protesto em frente ao Paço Municipal na tarde de segunda-feira.

Edson Serafim, o ‘Mamão’, um dos motoboys à frente da discussão, acrescenta que os empresários do setor alimentício também estão sendo muito prejudicados e já houve demissões. ‘Mamão’ informa que na segunda-feira a categoria protocolou um pedido de reunião com o prefeito, porém, o encontro ainda não aconteceu. E nesta terça-feira (7) eles protocolaram uma ação (com pedido de urgência), elaborada pelo advogado Sandro Gregório, solicitando que haja mudanças. O motoboy agradeceu ao advogado, que se propôs a ajudar sem custos.

OBemdito manteve contato com a Secretaria de Comunicação da Prefeitura, que enviou nota. Confira a nota na íntegra:

“A Prefeitura de Umuarama reconhece o respeita o direto de manifestação popular e informa que tem acolhido, desde que se mostrem razoáveis e compatíveis com a saúde pública, pedidos de diversos setores que solicitam adequações às medidas determinadas pelo decreto que instituiu situação de emergência no município. Nesta segunda-feira, 6, recebeu no setor de Protocolo uma representação de trabalhadores do setor de transporte individual de passageiros e entregas com motocicletas. Sobre esses pedidos, o município esclarece que as reivindicações são estudadas à luz do interesse coletivo, ou seja, pensando no bem-estar da maioria da população, desde que a cidade passou a enfrentar com todas as suas forças a pandemia do coronavírus. A medida do possível, e em consonância com a evolução do quadro de saúde, o município tem flexibilizado o funcionamento da economia e liberado gradualmente as atividades. Esse procedimento tem dado bom resultado, aliado aos cuidados adotados pela população, levando-se em conta a velocidade com que os casos suspeitos têm sido registrados. Por isso, a sistemática deve ser mantida pelo município”.

 

Comente

Leia também

AUTENTIC
MORENA
PATRICIA DESPACHANTE
PREFEITURA UMUARAMA
LAB

Mais lidas

AGRO_E_PET_FAZENDAO
SUCULENTA