UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.17º33º
|

Umuarama

Iniciada construção da etapa final do gavetário no Cemitério Municipal

Foto: Prefeitura de Umuarama

ASSESSORIA O Bemdito 2 de agosto de 2020 13h09

A construção do gavetário no Cemitério de Umuarama foi dividida em duas etapas – a primeira foi concluída com a construção de 240 gavetas, que já estão sendo utilizadas em sepultamentos desde o ano passado. A etapa final começou a ser construída no início de julho, de acordo com o contrato firmado entre o município e a empresa vencedora da licitação. O terceiro bloco já ficou pronto e o quarto e último bloco será iniciado na próxima semana, bem como o calçamento em paver no entorno do gavetário.

O diretor da Administração de Cemitérios e Serviços Funerários (Acesf), Alexandre Maroto, explica que o gavetário é uma alternativa aos túmulos tradicionais e apresenta uma série de vantagens, a começar pelo custo menor – em comparação à gaveta tradicional, com revestimento em mármore ou granito.

“O sepultamento no gavetário também não gera custos adicionais à família do falecido, como manutenção, limpeza ou revestimento da sepultura. As gavetas são padronizadas, com acabamento em granito, ao custo único de R$ 3.400. Já temos dois blocos disponíveis, sendo que o primeiro já tem 36 gavetas utilizadas desde o início do ano”, informou. Também não polui o solo nem libera odores, ajudando a preservar o meio ambiente.

A licitação para a obra foi realizada em 8 de novembro de 2018, com preço máximo de R$ 581 mil e após o processo, foi firmado contrato com a vencedora do certame em 11 de dezembro daquele ano, com o valor fixado em R$ 569.708,93 com prazo de vigência até 11 de setembro deste ano. “Iniciamos a obra no ano passado e, de acordo com as dotações orçamentárias, ela foi dividida em duas etapas. Agora a empresa está realizando a etapa final, com os dois últimos blocos que vão totalizar as 480 gavetas funerárias previstas no contrato”, acrescentou o diretor.

“O gavetário é uma tendência pela praticidade, economia nos custos e principalmente por questões de espaço dentro do cemitério. Numa pequena área será possível sepultar até 480 falecidos.”, questiona Alexandre Maroto.

Para utilização, o valor pode ser parcelado em entrada mais cinco pagamentos. Para quitação a vista está previsto desconto de 10% (R$ 3.060). Um túmulo normal com gaveta simples e na parte intermediária do cemitério custa em torno de R$ 3.022 e com gaveta dupla, R$ 3.629. “Além disso, a família vai gastar com o revestimento (em granito pode passar de R$ 8 mil). Se a opção for por um jazigo para quatro urnas funerárias, nas imediações o cruzeiro, o valor pode até dobrar”, completou.

As gavetas não estão disponíveis para reserva, apenas para sepultamento no dia. O gavetário tem sistema de filtragem de gases com carvão ativado, que elimina odores, e contam com algumas regras: não é permitido queimar velas nas proximidades, nem depositar flores – coroas podem ser colocadas apenas no momento do sepultamento. “As características das gavetas, bem como a placa de granito, não podem ser alteradas. A família pode fazer placa de identificação com medidas padronizadas, colocar foto do ente querido (até o tamanho 20x20) e um símbolo religioso, como uma cruz”, completou o diretor da Acesf.

Comente

Leia também

kumon-agora
BELLA ESTÉTICA
LAB
MORENA TOP LIFE

Mais lidas

VENEZA
UNINTER
Obemdito anuncie
TUCCA
FANCAR
PLACAS MIRANDA
FAZENDÇAO SHOW
WHYSKRITORIO
FAZENDAO SEMANA