UmuaramaSol o dia todo sem nuvens no céu. Noite de tempo aberto ainda sem nuvens.13º28º
|

Umuarama

Manifestação contra o Congresso está mantida em Umuarama, diz organização

Ato também reforçará o apoio ao presidente Jair Bolsonaro

Foto: Página Bolsonaro Umuarama

REDAÇÃO O Bemdito 13 de março de 2020 10h18

No próximo domingo (15) acontece em Umuarama a manifestação contra o Congresso Nacional e em apoio ao presidente Jair Bolsonaro. A organização confirmou a OBemdito que o ato está mantido, mesmo com a recomendação do próprio presidente para evitar aglomerações por conta do coronavírus.

Alguns eventos foram cancelados na capital do Estado, como o Festival de Teatro, mas em Umuarama não há nenhum caso confirmado da doença (veja aqui). Além disso, de acordo com a organização, jogos de futebol, exposições, metrôs e demais locais que concentram grande público estão funcionando, o que corrobora a manutenção do protesto.

“[Coronavírus] É uma manipulação chinesa e todo mundo comprou isso. A manifestação está mantida e pedimos para que as pessoas que estejam gripadas usem máscara e que todos usem álcool em gel, não só pelo coronavírus, mas também pelas outras doenças que podem ser transmitidas”, analisa o dr. Giulliano Turetta, um dos organizadores.

O advogado salienta que a aparição de Bolsonaro pedindo que o ato fosse cancelado é plausível por conta do cargo. Porém adverte que o protesto não foi convocado pelo presidente e também não pode ser cancelado por ele. “Não há toque de recolher. Se houvesse, claro, iríamos respeitar. Tudo está funcionado e vamos manter a manifestação”, confirma.

O ato acontece na praça Miguel Rossafa a partir das 16h e haverá passeata até a Santos Dumont. A previsão é que seja encerrado às 18h.

O objetivo da manifestação é prestar apoio ao presidente, sobretudo no que tange ao orçamento impositivo, cujo veto do presidente pode ser derrubado pelos congressistas. Caso isso aconteça, Bolsonaro perderá poder para elencar prioridades, ao passo que o Congresso terá mais força. O presidente chegou a classificar o fato como um “parlamentarismo”, caso seja confirmada derrubada do veto. Os manifestantes também se posicionarão contra o Supremo Tribunal Federal (STF).

Para participar basta ir até o local no horário previsto. A manifestação, conforme a organização, será ordeira e pacífica.

 

 

 

Comente

Leia também

LAB
MORENA

Mais lidas

TUCCA
RDR
SUCULENTA
ANHAGUERA
BELLA