UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.17º33º
|

Política

Governo estuda tornar Cartão Comida Boa permanente no Paraná

Afirmação foi feita pelo secretário Norberto Ortigara durante reunião remota da Frente Parlamentar do Coronavírus

Foto: Divulgação/Alep

ASSESSORIA ALEP O Bemdito 30 de julho de 2020 12h20

“Era para ser um ano bom. Safra exuberante, só perdendo para 2016. A pandemia iniciou em plena colheita.  E ainda houve essa seca, que trouxe efeitos nefastos para o milho e feijão. Mesmo assim, teve muita demanda pela safra”. Assim começou a fala do secretário Norberto Ortigara ao detalhar as ações da pasta que comanda aos deputados que integram a Frente Parlamentar do Coronavírus.

A convite do deputado Nelson Luersen (PDT), ele adiantou que o Governo estuda tornar permanente o Cartão Comida Boa, de transferência de R$ 50 reais mensais a 794 mil famílias paranaenses em situação de vulnerabilidade. “Com recursos do Fundo de Combate à Pobreza e aprovada pela Assembleia, a transferência foi uma das formas encontradas pelo Governo para minimizar os prejuízos das famílias nesse momento”, disse.

Ortigara também destacou a distribuição de merenda escolar nesse período para as famílias em vulnerabilidade e os investimentos de R$ 20 milhões em compra direta de pequenas cooperativas para atender a 907 instituições que cuidam de vulneráveis. 530 mil pessoas estão sendo atendidas, segundo o secretário.

Ele ressaltou o reforço nas medidas sanitárias para proteger a saúde de 90 mil trabalhadores de frigoríficos e laticínios no Paraná.  “Uma atividade essencial e que traz dividendos importantes para o estado. No segmento de frangos, exportamos para 140 países.  Em leite, o Sul é a meca do Brasil. Superamos Minas Gerais e São Paulo e até alguns países.  Por isso, é fundamental que os trabalhadores estejam seguros”.

Comente

Leia também

BELLA ESTÉTICA
MORENA TOP LIFE
kumon-agora
LAB

Mais lidas

Obemdito anuncie
VENEZA
UNINTER
TUCCA
FANCAR
PLACAS MIRANDA
FAZENDÇAO SHOW
WHYSKRITORIO