UmuaramaSol com algumas nuvens. Não chove.15º27º
|

Saúde

Ministério da Saúde confirma caso suspeito de coronavírus em Ponta Grossa

O Ministério da Saúde atualizou as informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde

Foto: Observador

O Bemdito 11 de fevereiro de 2020 10h31

O Paraná tem um novo caso suspeito de coronavírus. Trata-se de um menino de 7 anos, morador de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais, e que esteve no Sul da China, em Taishan, Guangdong, no fim de janeiro.

Segundo informações da Secretaria de Saúde do Paraná (Sesa), a criança retornou ao Brasil no dia 30 de janeiro, e procurou atendimento hospitalar no dia 6 de fevereiro, com sintomas de quadro respiratório leve.

As medidas preventivas e de bloqueio foram adotadas pelo Prefeitura. Enquanto se aguarda a análise das amostras, a criança está sendo monitorada em casa. O Paraná já teve dois casos suspeitos do coronavírus descartados.

O Ministério da Saúde atualizou nesta segunda-feira (10) as informações repassadas pelas Secretarias Estaduais de Saúde sobre a situação dos casos suspeitos no Brasil. O número reduziu em quatro casos em relação ao informe anterior.

Atualmente, sete notificações se enquadram na atual definição de caso suspeito para nCoV-2019: Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1), São Paulo (3), Paraná (1) e o Grande do Sul (1). O Brasil permanece sem registro do novo coronavírus.

O número de casos descartados aumentou para 32, quatro a mais do que o boletim divulgado no domingo (9).

Segundo o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Wanderson Oliveira, a idade média dos suspeitos é de 30 anos e os sete casos são de pessoas que viajaram para a China, mas não para a região de Wuhan, local onde eclodiu a epidemia da enfermidade.

Coronavírus

Pouco mais de dois meses depois do registro dos primeiros casos, o coronavírus já superou o surto de pneumonia causada pelo vírus da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars), em 2002 e 2003.

A Comissão Nacional de Saúde da China informou que o coronavírus matou, desde dezembro, 908 pessoas ante 774 mortes registradas no surto da Sars.

O novo coronavírus assusta pela rapidez da sua transmissão. Enquanto o vírus da Sars demorou três meses para infectar pessoas fora da China – país onde foi registrado o primeiro caso -, o novo coronavírus alcançou o feito em um mês.

O vírus da Sars infectou 8 mil pessoas em cerca de dez meses de surto. Já o novo “membro” da mesma família viral já deixou mais de 40 mil pessoas doentes em dois meses. Há ainda quase 29 mil casos suspeitos.

(RicMais)

Comente

Leia também

LAB
MORENA
Casa do encanador
DUDU LANCHES
Ks motos
AUTENTIC

Mais lidas

INSTALCOM
SENAC
CASTELO MULTIMARCAS
AGRO_E_PET_FAZENDAO
CASA TOESCA