UmuaramaSol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite com muitas nuvens.17º30º
|

Saúde

Secretaria da Saúde do Paraná reforça importância de ações de vacinação

Objetivo é atingir a meta de 90% de cobertura em todas as vacinas do calendário nacional

Foto: Agência Estadual de Notícias

AGÊNCIA ESTADUAL DE NOTÍCIAS O Bemdito 11 de julho de 2020 21h53

A Secretaria de Estado da Saúde promoveu nesta semana uma videoconferência com a participação das 22 Regionais de Saúde para reforçar a importância das ações de vacinação junto a todos os municípios do Estado.

Recentemente, a pasta enviou ofício às regionais apresentando a cobertura vacinal registrada até o momento no Paraná e destacando a necessidade de se atingir a meta de 90% em todas as vacinas do calendário nacional, e também nas atuais campanhas de vacinação.

“Reiteramos que a imunização é a melhor forma de proteção. Temos 19 tipos de vacinas ofertadas na rede estadual e à disposição das várias faixas etárias. Muitas doenças podem ser evitadas com a vacinação”, afirma o secretário da Saúde, Beto Preto.

A campanha de vacinação contra a gripe registra 87% de cobertura vacinal no Paraná. “A campanha já foi encerrada, mas os municípios que ainda têm saldo de doses e ainda não atingiram a meta devem manter a vacinação para toda a população, promovendo ações estratégicas em locais amplos e arejados, sempre evitando a formação de filas”, destaca a diretora de Atenção e Vigilância em Saúde, Maria Goretti David Lopes.

No início da campanha de vacinação contra a influenza, em março, o Governo do Estado distribuiu cerca de 4 milhões de doses entre as 399 cidades paranaenses.

OUTRAS VACINAS

A campanha vacinação contra o sarampo também segue em todo o Estado até 31 de agosto. Neste momento, devem receber a dose, prioritariamente, adultos de 20 a 49 anos, conforme recomendação do Ministério da Saúde.

A secretaria estadual reforçou junto aos coordenadores de imunização de todas as regionais a importância da vacinação dos idosos, principalmente dos que vivem em instituições de longa permanência. “Além da vacinação, salientamos a necessidade do devido registro da aplicação das doses contra a influenza e a Pneumo 23 para monitoramento e prevenção de outras doenças respiratória”, destaca a chefe da Divisão de Imunização, Vera Rita da Maia.

 

Comente

Leia também

AUTENTIC
SE LIGA DESKTOP
LAB
MORENA

Mais lidas

Obemdito anuncie
CASA DO ESPETINHO DESKTOP
Glamour Cosméticos
TUCCA
RF Desktop
AGRO_E_PET_FAZENDAO